Acusação de estupro contra Cristiano Ronaldo nos EUA é retirada

Cristiano Ronaldo está livre do processo de estupro. De acordo com a agência Bloomberg, um pedido voluntário de retirada da queixa foi apresentado no mês passado no tribunal estadual de Nevada, em Las Vegas.

Em setembro de 2018, Katheryn Mayorga, de 34 anos, registrou a queixa contra Cristiano Ronaldo por um crime que teria acontecido em 2009. O caso foi reaberto após a apresentação de novas informações que colaboravam com as investigações.

A reabertura da investigação – no estado de Nevada os crimes sexuais não prescrevem – fez com que as ações da Juventus, que havia acabado de contratar o jogador, caíssem cerca de 15% nas bolsas de valores, atesta o MSN.

O pedido, porém, não esclarece se Cristiano Ronaldo e a mulher que o acusava chegaram a um acordo para que a queixa fosse retirada, informou a agência.

Segundo o jornal The New York Times, o problema fez com que a Juventus deixasse de participar do torneio de pré-temporada que acontecem todos os anos nos Estados Unidos, temendo que o jogador fosse detido durante sua passagem pelo país.

05/06/2019

(Visited 2 times, 1 visits today)